Domingo, 24 de Dezembro de 2006

A Queima do Cepo

Ao aproximar-se a quadra festiva do Natal, não podemos deixar de voltar o nosso pensamento aos primeiros anos da nossa juventude, vivida despreocupadamente no Sobral Gordo.
Dias antes da Noite Grande, já a rapaziada ia localizando a lenha grossa para a monumental fogueira, que deveria arder durante dois dias no adro da Capela.
As cepas dos velhos castanheiros, ou grandes toros de pinheiro, eram dispostas em enorme pira para, às primeiras horas do dia 25 de Dezembro, se iniciar o braseiro. Enquanto uns cuidavam da fogueira, outros, acompanhados de bizarra tocadeira, davam volta à povoação, batendo a todas as portas e pedindo chouriços que enfiavam num varapau, e levavam para o adro, onde o fogo já devorarava as cepas.
Ali as assavam e comiam em alegre confraternização, durante uma velada que durava a noite inteira.
O braseiro durava mais alguns dias, servindo de ponto de reunião obrigatório e para os mais friorentos se aquecerem dos rigores do frio, simbolizado pela neve que nessa altura encima invariavelmente os outeiros ou cabeços.

Boletim Sobralgordense, Dezembro de 1958.

 

 
publicado por Boletim Sobralgordense às 10:00
| comentar

pesquisar

 

Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Boletins Recentes

Armindo Rodrigues Filipe

Os Consócios Dizem...

Posto Médico de Pomares

Reuniões de Direcção.

Aqui... Sobral Gordo!

Festa de Pomarenses

Regionalismo.

Reuniões de Direcção.

A nossa excursão foi um ê...

Aqui... Sobral Gordo!

Os Consócios Dizem...

A Páscoa na Aldeia.

Aqui... Sobral Gordo!

O Entrudo.

Aqui... Sobral Gordo!

Paisagem da Serra.

O "Boletim" promove uma e...

Aqui... Sobral Gordo!

Reuniões Directivas.

Aqui... Sobral Gordo!

Os Nossos Amigos...

Vamos construir a Sede?

Reuniões Directivas.

A Estrada.

Os Amigos de Sobral Gordo

Outros Boletins

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006